Rio Branco, 27/05/2017
Máx: 28°C - Mín: 23°C

Notícia atualizada em 02/02/2015

Atividades físicas garantem qualidade de vida na terceira idade


Artigo por Daniel Salgado Xavier - publicado em 31/08/2014



A atividade física na terceira idade tem sido considerada um importante componente de um estilo de vida saudável, devido particularmente a sua associação com diversos benefícios para a saúde física e mental.





Mas não há como falar de qualidade de vida nessa fase, sem a prática de exercícios físicos, claro, todos acompanhados por profissionais da área. Na área de fisioterapia, já falamos, o tratamento orienta estratégias de arrumação do dormitório desse indivíduo, eliminando assim algum risco de queda, além de capacitá-lo a realizar suas tarefas, diminuir possível medo existente com relação à outra queda, aumentar a sua base de sustentação gerando maior estabilidade.





O exercício físico é benéfico em todas as idades, auxiliando sempre na manutenção saúde, bem-estar e qualidade de vida. Com o tempo, tem-se uma perda significativa, de todas as capacidades motoras, tais como: Flexibilidade, equilíbrio, coordenação motora, força, além de uma grande perda da massa muscular e óssea resultando assim em um aumento da gordura corporal.





A atividade física na terceira idade entra como um elemento indispensável, para retardar o processo de envelhecimento. Dentre os benefícios estão: Autonomia e bem estar; Aumento da massa muscular e óssea; Redução adiposa; Estimulo ao metabolismo; Combate ao processo inflamatório; Melhora das capacidades funcionais; Bem-estar físico e psicológico; Estimula aspectos cognitivos (atenção, memoria e percepção); Redução de doenças e o aprimoramento das qualidades que permitem realizar conforto, e independência nas atividades diárias.





Além de todos esses benefícios, pesquisas apontam que a atividade física na terceira idade pode prevenir o envelhecimento cerebral e a demência. Mas a pergunta que vem em seguida é: qual exercício fazer? Isso vai depender de alguns fatores, mas principalmente devemos levar em conta o grau de independência da pessoa e a presença de distúrbios limitadores.





É importante destacar que a atividade física escolhida deverá ser a que lhe de mais prazer e satisfação, e deverá ser incluída em sua rotina diária, e praticada com regularidade, os exercícios devem ser iniciados após uma avaliação médica e deve ser acompanhado por um profissional de educação física.





As atividades deverão ser praticadas com roupas confortáveis, calçados adequados, em academias, clubes, ao ar livre e dentro do limite individual de cada um.





Os alongamentos também são de suma importância, para prevenção de lesões, e para o ganho de amplitudes dos idosos. Devendo ser priorizados durante o programa de exercícios. O alongamento praticado regularmente traz muitos benefícios e bem estar! Seu corpo agradece!





Fonte: https://www.portaleducacao.com.br/fisioterapia/artigos/

 
[Voltar]

Voltar ao topo
  Home | Quem Somos | Trabalhe Conosco | Como Anunciar | Cadastre sua Empresa | Termos e condições | Fale Conosco

Todos os direitos reservados - http://www.mercadodoacre.com

Internet Media